Clique aqui para navergar no Website
 
     
Animal Manager - O site de tecnologia animal - Cães, Gatos, Aves, Peixes, Cavalos, Roedores e muito mais...
INFORMAÇÃO CRIADOR ON-LINE
ENTREVISTAS
  Painel de Controle Cadastre-se Índice Atualizar Voltar  

Em entrevista Rosana Monteiro, criadora da raça Yorkshire Terrier e proprietária do canil Sons of Melody, fala sobre a raça, sobre o modo de criar e elogia os bons veterinários. Acha a cinofilia brasileira descontrolada, reclama da “maquiagem” feita em cães de pista e é totalmente contra feirinhas de filhotes.

Leia toda a matéria da entrevista abaixo.


São Paulo, 15/11/2003 - Entrevistada: Rosana Monteiro - Canil Son's of Melody


SEUS CÃES E SEU CANIL

Criador On-Line: O que você mais gosta no Yorkshire Terrier? Qual é o ponto forte da raça e qual é o ponto fraco?
Rosana Monteiro:
Gosto de tudo. É difícil escolher uma qualidade, para mim eles são perfeitos. O ponto forte é o seu carisma, beleza, a forma de ser amigo e companheiro, sempre muito inteligente, sabendo sempre surpreender da forma mais engraçada e carinhosa. O ponto fraco – é a sua flora intestinal, é muito delicada e desaconselho totalmente que se dê para um York qualquer alimento que fermente ou que seja muito ácido.

Criador On-Line: Como é seu relacionamento com outros criadores da mesma raça? Há troca de informações?
Rosana Monteiro:
Muito bom, trocamos informações sempre que necessário, e no início da minha criação, sempre que precisei, todos foram muito atenciosos tirando minhas dúvidas e com o tempo e experiência consegui separar o que achava positivo e negativo para o meu objetivo.

Criador On-Line: Qual é o seu melhor cão?
Rosana Monteiro:
Hoje tenho bons cães, tanto machos como fêmeas, não consigo escolher o melhor, para mim todos são. Acredito que um bom cão não é analisado pelo pedigree e sim pela genética que traz. Cheguei a um ponto de criação que eu queria, agora é só aperfeiçoar, todos com pelagem excelente e temperamento nota mil, um animal pode ser transformado pela convivência se for mal tratado, confinado etc., mas se tiver uma genética dócil ele não se tornará agressivo.

Criador On-Line: Tem cães premiados?
Rosana Monteiro:
Não tenho cães premiados, fui para as pistas somente uma vez e acho lindo, mas elas não são meu objetivo.


CINOFILIA

Criador On-Line: Acha que a CBKC propicia aos criadores as informações e o auxílio necessários para que haja o aprimoramento das raças?
Rosana Monteiro:
Não

Criador On-Line: O que você acha da cinofilia no Brasil?
Rosana Monteiro:
Descontrolada, cada vez mais as pessoas criam animais sem critério e sem qualidade, exemplo:
a) Animais criados em locais inadequados por falta de espaço e em más condições de higiene, assustados e estressados. Confinados, mal alimentados, criados junto com raças diferentes e muitas vezes de maior porte. b) Acasalamentos não planejados sem respeitar o tempo de descanso que uma fêmea deve ter para a saúde de ambos (mãe e filho). Filhotes comercializados antes do período de desmame e sem condições básicas de saúde.
É por estes motivos que faço os “Encontros da Raça”, gostaria muito que cada vez mais pessoas participassem dos encontros, para poderem aprender um pouco sobre como criar humanamente seu filhote seja de qual raça for, animais são seres indefesos, não conseguem brigar contra a ignorância e ganância do homem.

Criador On-Line: O que acha das pistas e dos seus bastidores?
Rosana Monteiro:
Pista é o sonho de todos que começam a criar. Quando comecei eu sonhava em ter um campeão, uma vez cheguei a colocar um filhote na pista, é emocionante. Mas no momento meu objetivo é criar com qualidade desprendido de necessidade de títulos.

Criador On-Line: O que acha dos Juizes de todas as raças?
Rosana Monteiro:
Não sou a melhor pessoa para responder sobre pistas, mas com o que aprendi até hoje, acredito que para ser um bom juiz de pista, ele tem que ter criado ou ter tido muita familiaridade com todas as raças em julgamento, creio que esta pessoa precise de muitos anos na cinofilia para ter a experiência necessária.

Criador On-Line: Você acha humanamente possível uma pessoa conhecer o padrão de inúmeras raças de cães e julga-las corretamente?
Rosana Monteiro:
Acredito ser impossível...

Criador On-Line: O que você acha do julgamento de raças recém chegadas ao Brasil, onde o número de criadores é extremamente reduzido e por conseqüência não há experiência suficiente por parte dos juizes cinófilos?
Rosana Monteiro:
Pelo fato da raça ser nova no Brasil e o conhecimento não ser suficiente o julgamento não será justo.

Criador On-Line: O que acha dos Juizes especializados? Eles realmente seriam mais capazes de julgar as raças de sua especialização?
Rosana Monteiro:
Com certeza, um juiz é responsável até pela orientação que dá. Lembro de quando fui para a pista, uma juíza me orientou em relação à inserção das orelhas e hoje sou muito exigente com os filhotes que vendo.
Quando o juiz é bom criador se especializou pela raça, sabe orientar corretamente desta forma só tem a acrescentar para a cinofilia.

Criador On-Line: As exposições onde os juizes são estrangeiros tendem a serem mais valorizadas por alguns criadores. O que você acha dessas exposições? Nelas os cães têm um julgamento melhor?
Rosana Monteiro:
É que algumas raças são criadas há mais tempo em outros países e por isso os estrangeiros são mais experientes em relação ao padrão. Tudo o que fazemos é baseado em informações que vêm de fora do nosso país. Agora julgamento melhor pode até ser.

Criador On-Line: O que você acha dos handlers?
Rosana Monteiro:
Acho verdadeiros astros, é lindo ver um bom handler em pista, quando vejo tenho arrepios fico emocionada. Um bom handler é responsável pela bela exposição de uma raça, só ele consegue fazer o cão mostrar o quanto é maravilhoso, palmas para eles.

Criador On-Line: É verdade que algumas (ou muitas) vezes é o handler, e não o cão quem ganha a exposição? Isso seria um mito?
Rosana Monteiro:
Acredito ser pura verdade.

Criador On-Line: Na sua opinião as exposições caninas de beleza e de trabalho contribuem de fato para o aprimoramento das raças?
Rosana Monteiro:
Depende da raça, no caso de cães para trabalho não tem o que maquiar agora no caso de alguns Yorkshire Terrier existe muita “groomagem” e etc.

Criador On-Line: Você acha o pedigree, por si só, um documento confiável? Ele dá tranqüilidade ao proprietário/criador principiante? Algo deveria ser melhorado?
Rosana Monteiro:
Dependendo de quem emite não acho confiável, existe muita falsificação de pedigrees, uma vez em minhas pesquisas, uma criadora me ensinou que se deve acasalar pedigrees e não os animais, querendo dizer para seguir a genética, mas se tratando de uma criadora antiga ela me orientou com muito carinho.
Hoje em dia esta prática está furada, alguns criadores possuem tantos animais que não têm nem tempo para saber quem são, fora aqueles que compram animais sem pedigree por menor valor e emitem novos pedigrees dos mesmos animais.
Para melhorar acho que o kennel Clube não deveria ser somente uma entidade que emite pedigrees e sim ter um “controle” das ninhadas, por exemplo. Ter alguns veterinários que vão até o canil, para reconhecerem as ninhadas como filhotes das fêmeas e assinem uma autorização para a emissão dos pedigrees e em caso de morte, que os canis sejam obrigados a avisar o Kennel.
Se fosse feito um trabalho até com microchipagem para controle da ninhada, deste modo os animais teriam mais critério e valor. Existem várias formas de se fazer melhorias, mas precisamos correr atrás.

Criador On-Line: Você acha que o brasileiro em geral possui cultura cinológica suficiente? Ele sabe reconhecer qualidades e defeitos na criação dos cães reconhecendo o bom criador?
Rosana Monteiro:
Somente alguns, e são os que se preocupam realmente com a qualidade do que cria, existem muitos criadores idôneos e que amam o que fazem, para reconhecer as qualidades e defeitos precisa de tempo de criação e conhecimento. A maioria se deixa levar pelo coração ou por valores ou até mesmo pela ilusão, compram sem antes estudar sobre a raça adequada para o próprio caso.

Criador On-Line: O que você acha que deveria ser feito para popularizar a boa criação de cães de raça no Brasil?
Rosana Monteiro:
Hoje pesquisando sites na Internet e mesmo revistas de cinofilia, acredito que só não aprende quem não quer, as pessoas se perdem criando erroneamente e não arrumam tempo para se reciclar.
As emissoras de televisão deveriam reservar mais espaço para a cinofilia séria, e não tanto tempo para o sensacionalismo como é feito hoje em dia. Se houvessem mais programas voltados para animais com informações de saúde, doenças, zoonoses, manejo e até mesmo sobre raças específicas, pois a maioria das pessoas não têm acesso à Internet e grande parte dos criadores por serem pessoas de mais idade, também não têm.
Quando participo de “programas femininos” na TV, durante toda a semana meu telefone não para de tocar, as pessoas querem mais informações e se queixam de como foram enganadas quando adquiriram filhotes. O grande problema da cinofilia é a falta de vontade e o comodismo de alguns criadores.


SAÚDE E BEM ESTAR CANINO


Criador On-Line: O que acha das feirinhas de filhotes feitas em locais públicos?
Rosana Monteiro:
Sou totalmente contra feirinhas, este é outro lado da crueldade que fazem com os bichinhos. Nas feirinhas os filhotes vão para uma gaiola, num lugar totalmente despreparado, passando muitas vezes frio ou até mesmo calor e por alto stress, sem mencionar as pessoas desinformadas que quando se aproximam de um filhote já vão colocando a mão suja em sua boquinha, sem saber que poderá passar bactérias para ele, o filhote não tem ainda sua imunidade completa, muitas vezes eles têm somente uma dose de vacina, em alguns casos aplicada pelo próprio feirante ou criador. Nem sempre os vendedores não são os criadores dos animais. Soubemos de várias ocorrências contadas por pessoas, que compram animais em feirinhas, que muitos animais não sobreviveram por terem contraído verminoses ou viroses, pela exposição inadequada. Acho desumano...


Criador On-Line: O que acha da criação feita em gaiolas?
Rosana Monteiro:
Desumana e cômoda para quem cria desta forma.

Criador On-Line: Você acha que os criadores brasileiros deveriam investir em abrigos para cães abandonados, evitando assim que eles acabassem morrendo nas ruas, sem cuidados e sem afeto?
Rosana Monteiro:
Seria muito bom se todos contribuíssem com um pouquinho por mês e se as empresas de rações, de medicamentos e veterinários fizessem também uma contribuição, com certeza seria menos triste.


GENÉTICA

Criador On-Line: Quais são os males típicos da raça?
Rosana Monteiro:
Se falar em fragilidade da raça cito a flora intestinal, agora se falar em genética, são males de quase todas as raças: prognatismo, bragnatismo, hidrocefalia, luxação patelar, convulsões, hiperativismo etc. Todos problemas causados por maus acasalamentos.

Criador On-Line: O que você pensa do uso de aparelhos ortodônticos usados para corrigir defeitos na mordedura colocados em cães reprodutores? Esses cães deveriam ser castrados ou esterilizados para não perpetuarem o mal genético?
Rosana Monteiro:
Acredito que os aparelhos poderão ser usados para que o cão tenha uma melhor oclusão e com isso se alimentar melhor, agora referente à reprodução, este cão com certeza deverá ser castrado e nunca reproduzir.


O CÃO E A SOCIEDADE


Criador On-Line: A sociedade brasileira reconhece os direitos dos cães e de seus proprietários?
Rosana Monteiro:
Não.

Criador On-Line: O que você acha do modismo das raças? Criar uma raça só por que ela está na moda e depois descarta-la é uma atitude correta?
Rosana Monteiro:
Comprar um animal tem que ser um ato consciente, pois ao adquiri-lo ele fará parte da família pelo menos por 15 anos e é um ser que tem sentimentos e que sofre como nós. Acho o modismo um absurdo. Li que após o filme “101 Dálmatas” houve uma epidemia para a aquisição da raça nos Estados Unidos, mas depois os proprietários abandonavam os cachorros pelas ruas.

Criador On-Line: A grande imprensa brasileira contribui para a criação de estereótipos do tipo: raça “X” (cão assassino), raça “Y” (cão mansinho), raça “Z” (cão de madame)? Eles têm conhecimento cinológico suficiente para escrever a esse respeito?
Rosana Monteiro:
A imprensa com certeza deturpa e não tem conhecimento algum de cinofilia, quando se fala de um cão que matou, nem sempre se imagina o que este cão sofreu para chegar a matar.
Um dia estava assistindo um noticiário e o locutor falava muito mal de um cão que, com muita fome magro e desnutrido, mordeu sua dona e a neta, nesta mesma casa havia um cão que já estava morto de fome. Pessoas que compram um cão de guarda e o prendem numa corrente, mal deixando um espaço para ele fazer suas necessidades ou o prendem numa casinha super pequena só soltando o animal à noite, ou até mesmo batem para que ele fique mais bravo, não imaginam que o feitiço pode virar contra o feiticeiro. Ai vem um locutor sensacionalista, sem conhecimento de causa, falando o que pensa e sentenciando o animal, sendo que quem é o animal? É quem o fez assim.


RINHEIROS

Criador On-Line: O que você acha das rinhas de cães e das pessoas que participam delas?
Rosana Monteiro:
São pessoas desorientadas e desumanas. Sádicas!


UTILIDADE

Criador On-Line: O que você acha dos veterinários como um todo? O serviço deles é bom ou deixa a desejar?
Rosana Monteiro:
Não dá para generalizar, em todas as profissões existem os que gostam do que fazem, os que estudaram porque não tinham outro jeito e os que só pensam em dinheiro, só de entrar na clinica você já paga. Eu tenho minha veterinária responsável que a Dra. Georgia A. Tanaka, que é meus dois braços direitos, ela não é só uma ótima profissional competente, mas carinhosa com os animais e eles com ela. Sou muito feliz, pois formamos uma família completa.

Criador On-Line: Você já teve problemas com veterinários? Se sim, quais foram e como se resolveram?
Rosana Monteiro:
Sim. Quando comecei a criar eu indicava uma veterinária que atendia meus animais, por algumas vezes meus clientes foram a esta clínica e uma vez a veterinária assistente atendeu um filhote do meu canil e mandou que a cliente vermifugasse novamente o filhote por não confiar em vermífugo aplicados em canis, agora eu era cliente deles eu os indicava e quem vermifugava meus filhotes eram eles. Resolvi contratar uma veterinária para trabalhar no meu canil, não fui mais lá e muito menos indico para alguém.

Criador On-Line: Enfim, o que você recomendaria para quem está iniciando na criação de cães?
Rosana Monteiro:
Que ao escolher uma raça para criar, estude tudo o que puder sobre ela antes de começar a comprar os filhotes, veja suas condições financeiras e saiba que um filhote só poderá ser acasalado com 18 meses de vida e que neste tempo você não poderá contar com ele.
Veja também seu espaço físico e como irá cuidar deles, não compre o primeiro filhote que vir, saiba que todos são bonitinhos, mas crescem.
Pense sempre na melhor forma de criar, use sempre alimento do tipo super premium e nunca deixe cair a sua qualidade de criação.


COMENTÁRIOS FINAIS


Rosana Monteiro: A todos, procurem criar com consciência, faça sua parte. Não compre animais de maus criadores por pena é por este motivo que eles ainda criam de forma desumana. Não pense que criar cães dá dinheiro, você poderá sobreviver criando, mas saiba que não terá mais finais de semana e nem festas de fim de ano, criar é dedicação e só consegue quem ama realmente os nossos queridos animais.


Voltar ao Início



Jornalista Responsável
Anita dos Santos Gambardella
RP 16.654/SP
Perfil do Entrevistado


Rosana Monteiro
mora na cidade de São Paulo, no bairro da Penha onde tem seu canil. É criadora especializada na raça Yorkshire Terrier e cria seus “bebes” – como ela chama seus Yorks - há seis anos em sua própria residência. É feliz proprietária de 17 cães, todos desta raça. Rosana gosta tanto de seus cães que costuma falar que “gesta” cães e não que os acasala.

Ela acertadamente não faz cruzamentos consangüíneos em seu plantel porque acredita que dessa forma ficará mais distante de problemas genéticos. Costuma também dar o conhecido “descanso” para as cadelas, não as reproduzindo em todo cio.

Rosana cria seus cães profissionalmente e não por hobby e tem por objetivo em sua criação produzir animais dóceis, com pelagem excelente e de genética perfeita. Sempre orienta os amantes da raça a fazerem acasalamentos conscientes para que a raça não se perca, como se vê em algumas outras no Brasil.

E-mail para contatos:
yorkro@terra.com.br

Veja a Galeria de Fotos
Sons Of Melody

Fotos cedidas pelo Criador




YorkShire:
O ponto forte é o seu carisma, beleza, a forma de ser amigo e companheiro.

Cinofilia: Descontrolada, cada vez mais as pessoas criam animais sem critério e sem qualidade.

Pistas: Pista é o sonho de todos que começam a criar.

Handler: Só ele consegue fazer o cão mostrar o quanto é maravilhoso.

Pedigrees: Dependendo de quem emite não acho confiável, existe muita falsificação de pedigrees.

Alguns criadores possuem tantos animais que não têm nem tempo para saber quem são.

Sou totalmente contra feirinhas, este é outro lado da crueldade que fazem com os bichinhos.

Criação em Gaiolas: Desumana e cômoda para quem cria desta forma.

Comprar um animal tem que ser um ato consciente, pois ao adquiri-lo ele fará parte da família pelo menos por 15 anos e é um ser que tem sentimentos e que sofre como nós.

Ataques de cães na mídia: A imprensa com certeza deturpa e não tem conhecimento algum em cinofilia, quando se fala de um cão que matou, nem sempre se imagina o que este cão sofreu para chegar a matar.

Pessoas que compram um cão de guarda e o prendem numa corrente, mal deixando um espaço para ele fazer suas necessidades ou o prendem numa casinha super pequena só soltando o animal à noite, ou até mesmo batem para que ele fique mais bravo, não imaginam que o feitiço pode virar contra o feiticeiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 















PW60-11635